O Rei Davi que eu não vi

Não percam hoje na Record, a reapresentação especial do último capítulo da minissérie Rei Davi!! Agora quero um trocado do Edir Macedo por fazer propaganda gratuita neste blog. Ahan!!

Infelizmente não posso fazer uma crítica, uma resenha, ou uma resenha crítica, pelo simples fato de não ter assistido absolutamente nada deste seriado. O pouco que vi se resume à cenas esparsas na tv ou no Youtube, vendo que o Leonardo Brício era “David the King” e a Renata Dominguez, aquela linda, ficou com o papel de “Bate-Seba”, cujo nome esquisito dá margem à pensamentos maldosos.

Se a série foi fiel ao relato bíblico não sei dizer, mas a autora Vivian de Oliveira pelo menos garantiu que fez um trabalho de primeira lendo e relendo a história de Dave, que como qualquer religioso decente sabe é contada nos livros de Samuel I e II e I Reis, sendo que a própria autora classificou Davi como anti-herói prometendo mostrar a podridão humana. Oh! Como somos podres!!

O gigante Golias chamando pra porrada

Para um resumo bem fast-food da história, a parada foi o seguinte: Lá nos idos de cerca de 1000 AEC, naquelas terras desérticas de Israel, o rei Saul, que não tinha nascido há dez mil anos atrás, foi pego mais ou menos de supetão pela profecia de Samuel que dizia que ele não seria mais o rei de Israel, em uma clara retaliação de Javé por Saul não ter feito direito o serviço que ordenara. Ordens vindas do alto, sabe como é. Samuel foi até a casa de Jessé onde encontrou o jovem Davi, nesta época um mancebo tocador de lira e poeteiro de plantão. Saul gostou de graça de Davi e o fez de escudeiro, acho que era como um sidekick da época. Algum tempo depois os filisteus reuniram um exército para arrepiar com os israelitas, e o gigante guerreiro Daileon Golias perguntou se entre os de Israel tinha algum macho para encará-lo sozinho. Geral tremeu na base de medo, enquanto Davi ficou indignado com a ousadia e resolveu partir pra cima do gigante no peito e na raça, já que havia recusado a armadura de Saul. Num daqueles momentos tipo golpe especial Marvel versus Capcom, Davi consegue derrubar o gigante e cortar sua cabeça com a espada: Fatality!! Com isso Davi ganhou fama, prestígio e sucesso, obviamente sendo chamado de tesão, bonito e gostosão, vindo a substituir Saul como rei supremo das tribos de Israel quando o coroa falecera, além do que Jônatas, filho de Saul e amigo íntimo de Davi, tinha ido pra terra dos pés-juntos mais cedo.

Bate-Seba, quem pode culpar Davi
por cair em tentação?

Davi então, na condição de rei da cocada preta, fez um governo de coligação expandido territórios, fazendo contatos, uma guerrinha aqui, uma batalha ali, e trazendo prosperidade àquele monte de areia conhecida como reino de Israel. (Juro que se não entenderem o humor e o sarcasmo desse resumo eu me mato!). O bondoso, amável e generoso rei Davi foi tão féladaputis como Saul e qualquer outro rei no abuso de autoridade, corroborando aquele papo que para conhecer as pessoas basta dar poder à elas. O mané provavelmente tinha um séquito de moças à sua disposição, embora fosse casado, e sismou porque sismou com a mulher dos outros. Num dos mais famosos casos de adultério da Bíblia Sagrada (acho que só perde pro corno de Maria com José), Davizão resolve que quer conhecer biblicamente Bate-Seba, a esposa de Urias um de seus mais valorosos soldados. Bem, ele a viu banhar-se nua, peladex e sem roupa, quem pode culpá-lo? Em vez de se contentar em descascar banana, Davi pensou que como rei que era, podia ter a mulher que quisesse, e quem no lugar dele pensaria diferente? Pode atirar a primeira pedra.

Assim como hoje a riqueza era tentadora e capaz de criar amores sinceros como o de Ronaldinho e Daniela Cicarelli, e Bate-Seba que não devia ser boba nem nada, fluiu com as águas deixando-se seduzir por Davi. Os dois começaram a ter contatos imediatos de terceiro, segundo e primeiro grau onde a beldade ficou ligeiramente grávida. Percebendo os dois que a ignomínia de ferir sem querer querendo as leis mosaicas, especialmente aquela que diz sobre adultério, poderia pegar meio mal, Davi resolveu armar pra cima de Urias enviando-o para uma batalha contra os amonitas mas ordenou que os soldados recuassem no intuito de deixar Urias sozinho para morrer na mão dos inimigos. Dito e feito, Urias bateu as botas deixando Davi livre para desposar Bate-Seba. E ainda os cristãos dizem, em especial os evanjegues, que rei Davi foi um grande homem, justo, bondoso e misericordioso. Se bondade é isso, nem quero saber o conceito de maldade dessas igrejas.

Rei Davi orientando Urias a ir pro campo de batalha.
- Seu chapéu é mais escroto que o meu
- Mas o meu dá pra esquentar a sopa de ervilha

Davi ainda aprontou durante seu reinado, matando, pilhando e destruindo, não necessariamente nessa ordem, onde o livro II Samuel afirma que ele matou setecentos carros de Sírios e quarenta mil cavaleiros, enquanto I Crônicas diz que foram sete mil homens em carros e quarenta mil homens de infantaria. Independente dos números, é muita gente para um rei tão bondoso matar, sem contar a infração ao mandamento de “Não matarás”, mas pelo visto os mandamentos eram apenas de judeu para judeu.

A verdade é que este Rei Davi foi um grande escroto e babaca, e ninguém normal sabe dizer por quê ele é tão endeusado no meio religioso. Pra judeu até dá pra entender, uma vez que a figura é importante como identidade histórica, agora para o resto da população cristã ocidental, tudo não passa de balela para justificar que Jesus seria oriundo de uma linhagem real. Jesus é tido como descendente de Davi, o que não faz o menor sentido já que José, o seu pai postiço e corno do Espírito Santo, é que era da linhagem de Davi. Como José não teria participado da concepção de Jesus no ventre da Virgem Maria, fica aí o mistério da fé.

Mas e se essa história toda de Rei Davi e reino com toda a pompa e glória fosse meio cascata? Ou tivessem aumentado uma mentirinha aqui e exagerado um pouquinho ali? É o que vamos ver no próximo artigo. Nos vemos nesse mesmo Bat-Canal!! Hasta la vista!!

 


———————————————————————–
Fontes e links: 
http://rederecord.r7.com/2012/05/07/nesta-quarta-feira-9-assista-a-reapresentacao-especial-do-ultimo-episodio-de-rei-davi/
http://www.bibliacomentada.com/ContradicoesDetalhes.aspx?IdContradicao=490#axzz1uLDC5Z3F
http://pt.scribd.com/doc/4192795/Historia-de-Davi
http://pt.wikipedia.org/wiki/David#Bibliografia

(c) Copyleft Informação Diferente. É livre a reprodução para fins não comerciais, desde que o autor e a fonte sejam citados e esta nota seja incluída.